Aprenda a investir no Exterior

Gestor de ativos faz dinheiro render mais no exterior

Sem a experiência desse profissional, brasileiros podem correr riscos no mercado financeiro internacional

Como tudo na vida, quando decidimos realizar alguma tarefa que não estamos acostumados, a supervisão de um especialista na área é essencial. No setor financeiro essa atenção deve ser ainda maior. Investir no exterior sem auxílio de um GESTOR DE ATIVOS pode ser algo bem arriscado.
Alguns empresários contratam o GESTOR a partir da primeira etapa, que é a abertura da conta no exterior. O profissional guia o cliente em todos os passos até o momento de obter lucros. Ainda assim, quem já abriu sozinho conta no exterior e não teve suporte do GESTOR, nesse processo, pode contrata-lo a qualquer momento. Afinal, a função do GESTOR DE ATIVOS é fazer render o dinheiro, uma vez que domina a realidade financeira no exterior e tem equilíbrio nas decisões.
O GESTOR DE ATIVOS está quase 24 horas ligado ao sistema monetário e sabe o momento em que deve fazer a entrada ou saída dos investimentos. Uma pessoa comum, que já iniciou o processo de conta no exterior, pode acabar arriscando seu patrimônio ao realizar manobras financeiras sem auxílio, devido a falta de experiência e conhecimento. Já com a bagagem do GESTOR o dinheiro tem mais rentabilidade e menos desperdício.
Ao contratar os serviços especializados do GESTOR, ele e cliente traçam juntos metas de lucro e investimentos, e decidem se esses rendimentos serão diários ou planejado para só serem retirados daqui a alguns anos. Detalhes que um cidadão sem experiência não consegue visualizar.
Isso sem contar que o trabalho do GESTOR não fica somente na movimentação do dinheiro no exterior, ele é a voz do cliente junto ao banco, sendo a “ponte” de relacionamento com a agência estrangeira onde estão os investimentos.
Para encurtar ainda mais essa distância, entre o dinheiro investido no exterior e o cliente aqui no Brasil, o GESTOR não está somente nas capitais. Ele também vai ao cliente nos pequenos centros e fornece informações sobre os investimentos à toda a família. Afinal, o objetivo dele é multiplicar o dinheiro aplicado no exterior, uma situação que acaba mexendo no capital de outras gerações.

Previous ArticleNext Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *