Aprenda a investir no Exterior

Aplicar no Exterior: Qual a vantagem de aplicar meu dinheiro fora do Brasil

Investir e poupar! Duas palavras que fazem parte da rotina de quem se preocupa com o futuro e quer fazer o dinheiro render. E por que não investir fora do país? Muitos brasileiros têm conhecido essa modalidade de lucro e procurado especialista nessa área, o GESTOR DE ATIVOS.
Dados da Instituição Líder Mundial em Serviços Financeiros – J.P. Morgan Asste Management – mostram um crescimento impressionante de pessoas que vivem no Brasil, mas que estão migrando parte de seus recursos para outros países. Os índices revelam que o patrimônio total de fundos brasileiros no exterior em fevereiro deste ano era de R$ 6,5 bilhões e em agosto passou para R$ 10,6 bilhões, um aumento de 64% em somente seis meses. Conforme a mesma pesquisa, o número de investidor nesses fundos teve um crescimento ainda mais significativo, de mais de 500%. Estatísticas que demonstram que aplicar o dinheiro lá fora tem dado certo para os brasileiros.
As vantagens são inúmeras, como a certeza de que o lucro virá em moeda estrangeira, já que o dinheiro rende em Euro ou Dólar, moedas que estão sempre cotadas acima do Real (R$). Aplicar fora do país permite, também, ao dono do dinheiro mais opções de investimentos, tendo em vista que no Brasil não há tanta diversificação no mercado financeiro. Com a orientação de um GESTOR DE ATIVOS, o investidor aplica a quantia em um segmento que faz o seu perfil dele, conquistando o rendimento dentro da área que ele tenha mais aceitação.
Fora do país os juros de investimentos têm aumentado, segundo especialistas, fazendo com que cresça o número de brasileiros apostando nesse segmento. Além disso, no exterior os bancos são fortes, de primeira linha, permitindo um negócio seguro e dentro de todas as legalidades exigidas pelo Receita Federal. Pessoa jurídica que abre conta fora só paga Imposto de Renda dessa quantia quando trouxer esse dinheiro para o Brasil.
Tanto é que tem pessoas abrindo contas fora e adquirindo bens aqui no país por meio de benefícios ofertados pelo banco estrangeiro, dando mais facilidade na hora de fechar negócio. Em outros países, muitas vezes, os bancos exigem menos burocracia.
Quem viaja para os Estados Unidos ter a conta no exterior também é uma aliada. É que o titular da conta não paga alguns tributos, não tem gasto com taxas de câmbio e gasta na moeda em que aplicou, por exemplo em dólar. Somados os benefícios, o investidor brasileiro tem uma redução de quase 11% em taxas, se comparado com quem paga para comprar a moeda e usar no exterior.
Arrisca-se até a dizer que tem muita gente “perdendo” dinheiro por falta de conhecimento na área de investimento fora do país.
Descritas algumas vantagens, é hora do brasileiro procurar um GESTOR e garantir uma aposentadoria em dólar, já que por aqui está cada dia mais complicado depender do sistema previdenciário brasileiro.

Previous ArticleNext Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *